A CIDADE

Sobre Holambra

Única estância turística da Região Metropolitana de Campinas, Holambra é reconhecida nacionalmente por seu potencial para a produção de flores e de plantas ornamentais – que faz dela o principal exportador e expoente do setor em toda a América Latina.
A vocação para a agricultura é resultado do trabalho conjunto de brasileiros e imigrantes holandeses que transformaram uma antiga e desabitada fazenda, a Fazenda Ribeirão, em um dos mais prósperos e acolhedores municípios do Brasil.
Pertencente, originalmente, aos municípios de Jaguariúna, Artur Nogueira, Santo Antonio de Posse e Cosmópolis, a cidade votou sua emancipação político-administrativa em outubro de 1991, tornando-se, enfim, independente.
Apesar de jovem, Holambra é referência em todo o país pelo alto índice de qualidade de vida que oferece aos seus moradores e por seus indicadores socioeconômicos de primeiro mundo.
A organização diferenciada e o apelo turístico do município devem muito à origem do município, fundado por uma comunidade de brasileiros nativos e pelos imigrantes que vieram ao Brasil após o término da Segunda Guerra Mundial, em meados de 1948.
A cultura e as tradições trazidas pelos colonos garantiram à cidade características peculiares que atraem, todos os anos, aproximadamente um milhão de turistas de dentro e fora do país.
Os imigrantes holandeses e seus descendentes ajudam a manter, ainda hoje, costumes e tradições de sua terra natal, observados na gastronomia, na arquitetura, nos símbolos desenhados nas calçadas (tamancos, moinhos, tulipas), no hábito de andar de bicicleta, nos eventos realizados pela comunidade, na dança folclórica, no idioma holandês (ainda utilizado) e em outros aspectos que só podem ser observados pelo olhar de quem procura viver essa irresistível experiência que faz de Holambra um dos mais concorridos roteiros turísticos de São Paulo.
Esses e outros atributos garantiram à cidade os títulos de Estância Turística do Estado, em 1998, e de Capital Nacional das Flores, em 2011.
Apesar do aconchego, das belezas naturais e da calmaria característica de pequenas cidades interioranas, a proximidade de Holambra com grandes centros urbanos oferece aos seus visitantes grande diversidade de opções de lazer e entretenimento, além de fácil acesso a transporte rodoviário e aeroportos.
Assim é Holambra: Um pedacinho da Holanda no Brasil.

Dados Oficiais:
Habitantes: 13.046 (população estimada em 2013)
Território: 65,5 km²
Gentílico: Holambrense
Aniversário da cidade: 27 de outubro


Curiosidades

  • O projeto inicial dos imigrantes era fazer de Holambra a maior produtora de leite da região, e não de flores.
  • As flores só começaram a ser produzidas em Holambra no fim da década de 60, depois de a criação de gado ser dizimada pelas doenças tropicais.
  • Holambra é responsável pela produção e comercialização de aproximadamente 40% de todas as flores e plantas ornamentais produzidas no Brasil.
  • O nome de Holambra surgiu da junção das iniciais de HOLanda, AMérica e BRAsil.
  • Com trânsito tranquilo, Holambra tem apenas um semáforo, localizado no cruzamento da Rota dos Imigrantes com a Rua Dr. Jorge Latour.
  • O Moinho Povos Unidos, instalado na cidade, é o maior moinho de vento da América Latina.

  • Localização

    A cidade está localizada a apenas 30 minutos de Campinas, a 40 minutos do Aeroporto Internacional de Viracopos e a 135 km de São Paulo (via Rodovia dos Bandeirantes ou Anhanguera).


    Como Chegar em Holambra

    Saindo de São Paulo pela via Anhanguera

    Siga pela Rodovia Anhanguera até o Km 86 (indicado na placa como Saída 86). Continue atento às placas que indicam Mogi Mirim. Na Rodovia SP-340 (uma das melhores do estado de São Paulo, que liga Campinas a Mogi MIrim) haverá placas indicando Holambra.

    Saindo de São Paulo pela rodovia Bandeirantes

    Se preferir outra opção, siga pela Rodovia dos Bandeirantes até Campinas. Ao chegar no entroncamento com a Rodovia Anhanguera (km 103) entre na Rodovia D. Pedro I e siga até o km 134 (Saída 134 na placa), onde você entrará na Rodovia SP-340, pegando o sentido Mogi Mirim. Preste atenção ao chegar no Km 141: é a partir dele que começam as placas indicando quantos quilômetros faltam para chegar a Holambra.

    Saindo de Minas Gerais

    Siga pela Rodovia Fernão Dias até acessar a Rodovia D. Pedro I. Seu destino será Campinas, até o Km 134. Aí, você entrará no acesso à Rodovia SP-340, que liga Campinas a Mogi Mirim. A partir desse ponto é só prestar atenção às placas que indicam Holambra. O acesso principal para a Cidade das Flores fica no Km 141 da Rodovia SP-340, cujo nome oficial é Rodovia Dr. Adhemar de Barros.

    Saindo do Rio de Janeiro

    Também é simples. É seguir pela Rodovia Presidente Dutra até a cidade de Jacareí e entrar na Rodovia D. Pedro I, com destino a Campinas. Na Saída 134 (Km 134) da Rodovia D. Pedro I haverá placa indicando o acesso à Rodovia SP-340, sentido Mogi Mirim. Entre nela e siga até o Km 141, pois daí em diante é moleza chegar a Holambra.



    A cidade

    Única estância turística da Região Metropolitana de Campinas, Holambra é um dos mais concorridos roteiros turísticos de São Paulo. A beleza e diversidade de suas flores, aliada à forte influência da colonização holandesa na arquitetura e gastronomia local, transformaram essa aconchegante cidade num incomparável pedacinho da Holanda em terras tropicais.

    HABITANTES ÁREA FUNDAÇÃO
    13.046 65,5 km2 27/10/1991
    Fonte: IBGE
    Turismo

    Acesse o Portal de Turismo de Holambra, conheça as opções de lazer, cultura, hotelaria e gastronomia do município e descubra por que a Capital Nacional das Flores é um destino irresistível.

    250x140
    HolambraTV

    Navegue pelo nosso canal de vídeos e descubra os encantos de Holambra e dos eventos que fazem dessa Estância um berço de turismo o ano inteiro.

    250x140

    ir para o canal no Youtube


    Prefeitura Municipal da
    Estância Turística de Holambra
    Alameda Maurício de Nassau, 444 – Centro
    Holambra - SP - CEP: 13825-000
    PABX: +55 (19) 3802-8000
    Copyright 2014 | 2016 - Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra - Todos os direitos reservados